A Cooperativa

Quem somos | Estatutos | Organograma | D.O.P. | Produtos

 
 
 

A origem e história


A Cooperativa Agro Pecuária Mirandesa foi fundada em 6 de Setembro de 1979, com sede na Rua Turíbio Lopes, bem próximo da Praça D. João III, no centro cidade de Miranda Douro. Constituiu-se com duas secções:

  • Compra e venda de produtos e factores de produção
  • Lacticínios

ceifeiraDurante mais de uma década desenvolveu com grande intensidade a actividade de compra e venda de factores de produção, especialmente adubos e sementes e que os cooperantes utilizavam na produção de cereais, com destaque para o trigo. Possuía um armazém na estação dos Caminhos de Ferro de Duas Igrejas onde desenvolvia a sua actividade.
A perda de competitividade da produção de cereais no país acabou por originar a suspensão de actividade da Cooperativa no inicio da década de noventa.

No ano de 1995, os criadores de Raça Mirandesa constituíram o Agrupamento de Produtores de Carne Mirandesa, e elaboraram um caderno de especificações para a produção e comercialização da Carne Mirandesa como Denominação de Origem Protegida.
O Ministério da Agricultura apadrinhou o processo e a União Europeia viria a proteger a Carne Mirandesa com a menção DOP.

Deste enquadramento surgiu a necessidade de criar uma estrutura organizativa para acolher o agrupamento de produtores, tendo alguém sugerido a reactivação da Cooperativa Agro Pecuária Mirandesa, que tinha suspendido a actividade. Promoveu-se a adesão dos criadores de Raça Mirandesa à Cooperativa, efectuou-se uma Assembleia Geral para adequar os estatutos à nova missão, tendo-se formado a terceira secção do agrupamento de produtores:

  • Comercialização de animais vivos e suas carnes

Posto Zootécnico de MalhadasA sede da organização – AGROPEMA – transferiu-se para o Posto Zootécnico de Malhadas, instalação emblemática para os criadores de raça Mirandesa, cedida pelo Ministério da Agricultura à Associação dos Criadores de Bovinos de Raça Mirandesa.

A nova missão da organização passou a ser a valorização da Carne Mirandesa com o propósito de a manter como referência de qualidade nas carnes de bovino produzidas em Portugal. Iniciou a actividade comercial em 1996 e desde o inicio que centrou a sua actividade nos seguintes vectores:

  • Rastreabilidade – Animais inscritos no Livro Genealógico e progenitores identificados com recurso a marcadores genéticos e a um sistema que assegura a identificação do produto desde o prado até o prato do consumidor;
  • Segurança alimentar – Controlo dos sistemas de alimentação e sanitário das explorações aderentes; 
  • Inovação – Desenvolvimento de novos produtos e novos processos de conservação/embalagem.
 
 

Início | A raça | A carne Mirandesa | Contactos | A Associação | A Cooperativa | Mapa do sítio

   

Actualização em 17 October, 2007